Fundinho Festival apresentará diversas vertentes do Jazz e Blues

Fundinho Festival apresentará diversas vertentes do Jazz e Blues

Evento gratuito acontecerá nos dias 04 e 05 de Agosto na Praça Clarimundo Carneiro, em Uberlândia (MG). Nos dias 04 e 05 de Agosto, a Praça Clarimundo Carneiro, em Uberlândia (MG), receberá o Fundinho Festival, um grande evento dedicado ao Jazz e Blues que oferecerá 12 horas de programação gratuita distribuída ao longo dos dois

Evento gratuito acontecerá nos dias 04 e 05 de Agosto na Praça Clarimundo Carneiro, em Uberlândia (MG).

Nos dias 04 e 05 de Agosto, a Praça Clarimundo Carneiro, em Uberlândia (MG), receberá o Fundinho Festival, um grande evento dedicado ao Jazz e Blues que oferecerá 12 horas de programação gratuita distribuída ao longo dos dois dias do evento, com participação de grandes nomes da atual cena musical brasileira.
Realizado pela Moinho Cultural com apoio da Secretaria de Cultura / Prefeitura de Uberlândia, o Fundinho Festival é patrocinado pelo Grupo Algar por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais.
O evento contará com atrações locais e nacionais, selecionadas por três expoentes músicos de Uberlândia: Maurício Winckler, Jack Will e Giordano Pagotti, que juntamente com os idealizadores do Festival, Marco Túlio Morais e Marcelo Mamede, trabalharam vários meses na curadoria do evento.
“Um festival desse porte exige extenso planejamento. Já estamos há meses trabalhando no processo de seleção das bandas e contratação de fornecedores”, comenta Marcelo Mamede.
De acordo com a curadoria do Fundinho Festival, o público pode esperar apresentações de bandas de diversos estilos e relevância no cenário brasileiro. “Diante da experiência distinta de cada um dos curadores, procuramos selecionar atrações que representam várias vertentes e estilos do Jazz e Blues. São bandas atuantes que estão produzindo o que há de melhor no Brasil e que, inclusive, estão levando a música brasileira para os festivais internacionais. Teremos desde o Gypsy Jazz, o mais antigo de todos que inclusive veio a gerar o Jazz tradicional de New Orleans, até o Jazz moderno ou contemporâneo mais misturado com outras linguagens, passando pelo Jazz feito no Brasil que tem um sotaque diferente. Do mesmo modo com o Blues, haverá bandas com estilos diferentes. Então, podemos dizer que o Fundinho Festival contemplará todo o espectro do Jazz e Blues, do clássico ao contemporâneo”, comentaram os curadores que ainda não revelaram os nomes das bandas, mas afirmaram que o público vai se surpreender.
Além da programação musical que será divulgada nos próximos dias, o evento, que acontece no mês de aniversário de Uberlândia, contará com praça de alimentação, iluminação cênica para valorizar o patrimônio histórico, banheiros masculinos e femininos e para deficientes físicos, segurança, brigadistas, ambulância, e tudo o que um evento de alta qualidade precisa ter para oportunizar diversão de boa qualidade, gratuita e aberta para todos os públicos.

Mais sobre os músicos da curadoria do Fundinho Festival
Maurício Winckler é guitarrista e está imerso na cultura do Blues há cerca de 25 anos. Em 1991, mudou-se para São Paulo, onde trabalhou com nomes importantes, como J.J.Jackson, Ari Borger, Celso Salim, entre outros. Em 2008, mudou-se para New Orleans, nos Estados Unidos, onde permaneceu por dois anos aprofundando seus estudos sobre o Blues. Lá, tocou com Guitar Slim Junior e Banda na Bourbon Street, em diversos festivais de música country com Tony Fraiser and the Honk Tonk, e de música brasileira com a Banda Soul Brasil.
Giordano Pagotti é guitarrista, mestre em Jazz pela University of Iowa (EUA), compositor de trilhas sonoras premiadas para livros, cinema, teatro e publicidade. Atua como arranjador musical e instrumentista, já tendo se apresentado em diversos lugares do Brasil, Itália (como o Museo delle Culture em Milão e na embaixada brasileira em Roma), Inglaterra, Dinamarca, Suíça, Alemanha e Áustria.
Jack Will, mais ligado à música brasileira, especialmente, instrumental, é percussionista há 15 anos. Integrante de diversas bandas e grupos musicais, já tocou em grandes festivais nacionais e internacionais, ao lado de nomes como Otto, Arrigo Barnabé, Maria Betânia, Caetano Veloso, Gilberto Gil, entre outros.

Serviço:
O quê: Fundinho Festival – Jazz e Blues
Quando: Sexta (04/08) pontualmente das 18h às 23h; e Sábado (05/08) pontualmente das 16h às 23h.
Onde: Praça Clarimundo Carneiro – Uberlândia – MG
Evento gratuito!
Para saber mais, acesse:
fundinhofestival.com.br
fb.com/fundinhofestival
instagram.com/fundinhofestival

Sobre o grupo Algar
A Algar é um grupo empreendedor, 100% brasileiro, fundado em 1930 e com atuação em todo território nacional, Argentina, México, Colômbia e Chile. No grupo, trabalham cerca de 23 mil associados servindo quase 2 milhões de clientes com soluções em TIC, Agro, Serviço e Turismo.

Sobre a Moinho Cultural
Fundada há 12 anos, a Moinho Cultural é uma Produtora que atende Empresas Patrocinadoras e Agências de Publicidade e de Relações Públicas com a disponibilização de projetos próprios para patrocínio e criação de projetos sob medida, sempre alinhados às estratégias de comunicação do cliente, gerando entregas de qualidade que favoreçam a visibilidade, fortalecimento e reputação de marca.
Além do Fundinho Festival, possui em seu portfólio projetos de sucesso, como: Cine Família na Praça; Diversão e Arte: Música para Crianças de Todas as Idades; Festival de Inverno da Serra da Canastra; e Expresso Literário; os quais juntos totalizam 33 eventos realizados em 20 diferentes municípios, para um público de cerca de 80 mil pessoas.

Michele Borges
ADMINISTRATOR
PROFILE

Posts Carousel

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *

Cancel reply

Latest Posts

Top Authors

Most Commented

Featured Videos